Acessibilidade:

CONHEÇA ALGUMAS FORMAS PARA LIDAR COM CRIANÇAS OU ADOLESCENTES COM TDAH

Olá,

Separamos algumas dicas sobre como lidar com crianças ou adolescentes que apresentam TDAH… Boa leitura! 

 

1. Reduzir os atrasos de tempo e comunicar o tempo.

Se possível, reduzir ao mínimo os tempos de espera.
Usar timers, relógios, controladores de tempo ou outros dispositivos que mostrem o tempo como algo físico quando houver limites de tempo para a realização de tarefas.

2. Comunicar informações importantes.

Colocar lembretes, dicas, sugestões e outras informações-chave em pontos críticos do local para lembrar à criança ou ao adolescente o que deve ser feito.

3. Comunicar a motivação (pensar vencer/vencer).

Usar sistemas de símbolos, programas de recompensa, privilégios ou outros reforçadores para ajudar a motivar a criança ou o adolescente com TDAH.

4. Comunicar a resolução do problema.

Tentar reduzir os problemas mentais a problemas físicos ou tarefas manuais, em que as peças do problema podem ser manualmente manipuladas para se encontrar soluções ou criar novas ideias.

5. Usar o retorno imediato.

Agir rapidamente após um comportamento para proporcionar imediato retorno positivo ou negativo.

6. Aumentar a frequência das consequências.

Proporcionar mais retorno e conseqüências para o comportamento com mais frequência do que é necessário para uma criança ou adolescente que não tenha TDAH.

7. Aumentar a responsabilidade em relação aos outros.

Fazer a criança ou o adolescente ser explicitamente responsável por alguém várias vezes durante o dia (ou durante a tarefa ou o local) quando coisas precisarem ser feitas.

8. Usar recompensas mais visíveis e artificiais.

As crianças e os adolescentes com TDAH necessitam de incentivos mais fortes para motivá-los a fazer o que os outros fazem com pouca motivação externa por parte de outras pessoas.

9. Mudar periodicamente as recompensas.

As pessoas TDAH parecem se entediar mais facilmente com algumas recompensas; por isto, periodicamente, você pode precisar encontrar novas para manter o programa interessante.

10. Tocar mais, falar menos.

Quando você precisar dar uma instrução, aprovação ou reprimida:
Vá até a criança ou o adolescente.
Toque-o (com afetividade) na mão, no braço ou no ombro.
Olhe-o nos olhos.
Declare brevemente (!) o que quer lhe comunicar.
Depoi
s encoraje a criança ou o adolescente a repetir o que você acabou de dizer.

Fonte: http://www.ganhesempremais.com.br/psicopedagogia/18-formas-para-lidar-com-criancas-ou-adolescentes-com-tdah/

 
Que tal aprender mais sobre esse assunto?
Se inscreva em nosso curso de Psicofarmacologia na Educação, e saiba mais sobre TDAH e outros assuntos que podem afetar seus alunos.
Inscreva-se agora: Psicofarmacologia na Educação

Ou entre em contato que encaminhamos mais informações:
WhatsApp: (43) 9644-5284

Continue lendo

SEM SAIR DA ROTINA: APRENDENDO E SE DIVERTINDO COM SEU FILHO

Olá professor, Acompanhar o desenvolvimento dos nossos pequenos é descobrir juntos suas limitações e buscar o desenvolvimento de suas habilidades […]

5 CURIOSIDADES SOBRE O AUTISMO

Ola professor, tudo bem? Hoje queremos compartilhar com vocês sobre um assunto muito atual e especial o AUTISMO! Você sabia […]

Por que trabalhar com ABA na Escola?

Educador, você sabe qual é a importância da abordagem ABA na Escola? Este método, que significa Análise do Comportamento Aplicada, […]