Acessibilidade:

7 DICAS DE COMO ENSINAR MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL!

Olá professor,

Você sabia que conciliar brincadeira e matemática pode ser a solução para a aprendizagem de seu aluno?

Isso tudo porque a matemática não deve ser vista pela criança como disciplina ou matéria escolar, mas como uma atividade que está totalmente ligada as suas ações cotidianas, como calcular o espaço para passar entre duas pessoas, o quanto deve-se erguer os braços para apanhar um objeto!

E para ensinar facilmente esse tema que tantas vezes parece ser uma conta que não fecha, resolvemos somar nesta matéria em nossa Blog BRINCADEIRA+ MATEMÁTICA e pode ter certeza, esse resultado vai dar muito certo!

Vamos aprender?

APRENDER E ENSINAR MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A criança, desde o nascimento, está imersa em um universo do qual os conhecimentos matemáticos são parte integrante. A Educação Infantil representa uma etapa muito importante no processo de ensino e aprendizagem na vida do aluno.

Na Educação Infantil, o trabalho com noções matemáticas deve atender, por um lado, às necessidades da própria criança desconstruir conhecimentos que incidam nos mais variados domínios do pensamento e, por outro, precisa corresponder a uma necessidade social de melhor instrumentalizá-la para viver, participar e compreender um mundo que exige diferentes conhecimentos e habilidades.

O PAPEL DO PROFESSOR NO ENSINO DA MATEMÁTICA
 
Existem muitas formas de trabalhar com a Matemática na Educação Infantil. Ela está presente na arte, na música, em histórias, na forma como se organiza o pensamento, nas brincadeiras e jogos infantis, na hora de dividir porções de lanche etc. É aí que são construídos conhecimentos matemáticos como tamanho, distância, comprimento, cores e formas.
 
Uma criança aprende muito de matemática, sem que o adulto precise ensiná-la. Descobrem coisas iguais e diferentes, organizam, classificam e criam conjuntos, estabelecem relações, observam os tamanhos das coisas, brincam com as formas, ocupam um espaço e assim, vivem e descobrem a matemática.
Desde cedo as crianças devem ser acostumadas a ouvir uma linguagem matemática empregada em diferentes contextos para que possam fazer a sua própria construção de significado na interação com os colegas e adultos do seu meio. 
O professor de Educação Infantil deve dar à criança oportunidade para observar tudo que a rodeia, contando, comparando, medindo etc. Dessa iniciação dependerá muito seu interesse pela Matemática no decorrer de sua vida. Os educadores devem incentivar a criança, no seu universo povoado de sentidos, dos seres mágicos, de risos, de travessuras, de imagens, curiosidades e números que irão auxiliar a criança na exploração e compreensão do mundo da matemática.
A PRÁTICA FAZ TODA A DIFERENÇA
Crianças aprendem a medir, medindo, aprendem a somar, somando!
Nas últimas décadas vem-se discutindo que para ensinar matemática à criança pequena, faz-se necessário a manipulação de objetos, a observação de fatores de repetição, a análise de situações cotidianas, com a consequente comparação e reflexão dos resultados.
Nesse sentido, verificamos que a apropriação do conhecimento matemático se dá pela interação com o meio, com as pessoas, relacionando conceitos e fazendo uso de possibilidades às quais, se efetivam em situações diversas, como os questionamentos, as atividades desafiadoras que incentivam a verbalização, a representação gráfica e o registro.
 

Todos sabemos como é importante e essencial nos dias atuais o conhecimento de matemática, uma vez que ela está mais presente e forte que nunca em praticamente todas as situações do nosso dia a dia. Mais presente e necessária que nunca.

Estas são apenas algumas formas que você pode usar para introduzir o aprendizado dessa disciplina no dia a dia das crianças.Use sua criatividade e descubra outras ideias, com certeza elas existem aos montes.

DICAS DE JOGOS

1. Jogos de Tabuleiro

Acredite ou não, estes brinquedos populares possuem uma grande capacidade escondida de ensinar matemática às crianças, condições que na maioria das vezes são ignoradas por todos.
Jogos básicos de computador do tipo labirintos, explorações de subterrâneos e cavernas com tesouros escondidos, estes ensinam às crianças os conceitos de sequência, tamanho, geometria, espaço e contagem.


Jogos mais complexos, tais como Banco Imobiliário, ensina uma matemática mais avançada, gerenciamento de dinheiro e valores.


Jogos como da Velha, Damas e Xadrez, ensinam estratégia e lógica.


2. Batalha Naval

Trata-se de um jogo tradicional onde o jogador dispõe de uma área dividida em quadrantes ou regiões demarcadas a exemplo de um vetor, onde ele deverá posicionar, distribuir, vários objetos dentro daquele espaço. Logo aprenderá sobre noções de espaço, geometria, tamanhos, proporções, e assim por diante.

Os Jogos desse tipo ajudam a construir as bases primárias e ensinando sequência, definição e uso de valores, contagem, coordenadas, direções, vetores, lógica, conjuntos, planejamento e estratégia.


3. Quebra Cabeças

Quebra cabeças de figuras recortadas é uma excelente ferramenta para ensinar e desenvolver a habilidade matemática.

Os quebra-cabeças básicos ensinam raciocínio espacial, enquanto que outros mais elaborados ensinam formas e tamanhos. As Crianças também usam habilidades como, sequência e ordenação para agrupar as peças dos quebra-cabeças.


4. Blocos de Construção

Não importa se as crianças estão usando blocos planos de papelão, de madeira, ou “Legos”, mas o fato é que construir, organizar e planejar estruturas coerentes e lógicas vai exigir pelo menos matemática básica, habilidades de engenharia e geometria.

As crianças usamtamanho, forma e sequência para dar vida e expressão às suas criações.
Através do método de tentativa e erro elas aprendem qual a melhor técnica a ser usada e qual a que funciona.


5. Dentro do Supermercado

O supermercado oferece uma infinidade de oportunidades de aprendizado.
Na seção de frutas e verduras, por exemplo, as crianças podem aprender sobre pesos, medidas, volumes e comparações:

“Quantas maçãs são necessárias para formar um quilo?”
“Qual pesa mais: cinco batatas ou cinco limões?”

As crianças também podem praticar conhecimentos de matemática básica: Adição, subtração, divisão, multiplicação e estimativa.
“O que custa mais: 100 gramas de queijo por R$ 3,00 ou 150 gramas por R$ 6,00?”
“Quanto já gastamos até agora?”
“Quantas refeições podemos preparar para nossa família com esta caixa de filé de peixe?”
“A conta foi R$ 35,70. Se eu pagar R$ 40,00, quanto vou receber de troco?” – Nesse caso não vale olhar para o terminal do caixa.


6. Gerenciando a Mesada

Uma das melhores maneiras de ensinar seu filho a desenvolver habilidade para gerenciar dinheiro é dando-lhe uma pequena mesada para ele gastar como quiser.
Deve-se, entretanto, explicar que o dinheiro deverá ser usado com sabedoria para comprar seus brinquedos, revistas, ou outras coisas que ele julgue necessárias.

7. Aprendendo com Receitas de cozinha

É impressionante como também na cozinha existe muita matemática oculta. Uma cozinha nos oferece outros meios de usar, no dia a dia, conhecimentos de matemática.
As crianças podem ler uma receita e então saber a medida ou quantidade dos ingredientes necessários para fazer, digamos, um bolo.

Poderão também modificar a receita usando divisão ou multiplicação para fazer uma porção maior ou menor, dependendo da quantidade de pessoas que vão ser servidas.

BRINCADEIRAS QUE GERAM RESULTADOS!
 
As brincadeiras, para o aprendizado da Matemática, devem ser dirigidas e com finalidades, desenvolvendo assim capacidades importantes como: a memorização, a imaginação, a noção de espaço, a percepção e a atenção.
Para que o resultado seja positivo o professor deve estar preparado e abusar da criatividade proporcionando prazer em aprender aos alunos.
Há uma constatação de que as crianças, desde muito pequenas, constroem conhecimentos sobre qualquer área a partir do uso que faz deles em suas vivências, da reflexão e da comunicação de ideias e representações.
 Gostou deste tema?Quer aprender mais sobre como ensinar matemática de forma fácil e divertida? Conheça nosso curso 100% on-line de JOGOS MATEMÁTICOS e faça a diferença na vida de seu aluno!
 Fonte: sitededicas.com.br / educacaoinfantil.uol.com.br / editoradobrasil.com.br

Continue lendo

Atividades Lúdicas que auxiliam na Psicomotricidade – A prática em sala de aula

A psicomotricidade, está ligada à coordenação motora. É durante a infância que estas habilidades são desenvolvidas. No conteúdo de hoje, apresentaremos […]

Como envolver os pais e responsáveis na educação das crianças?

O envolvimento dos pais e responsáveis na educação das crianças é fundamental para o desenvolvimento e sucesso acadêmico dos pequenos. […]

TEA x TDAH: A IMPORTÂNCIA DE SABER SUAS SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS

Olá professor! Você sabia que até 50% dos indivíduos diagnosticados com Transtorno do Espectro Autista (TEA) apresentam sintomas relacionados com […]