Acessibilidade:

VOCÊ SABE COMO DESENVOLVER O RACIOCÍNIO LÓGICO INFANTIL?

Ola Professores, 

O desenvolvimento de uma criança é algo surpreendente, e a cada dia elas nos desafiam mais em seus aprendizados e curiosidades.

E você sabia que o raciocínio lógico de uma criança tem tudo a ver com as brincadeiras as quais elas são estimuladas?E se eu te dissesse que tem a ver com brincadeira e matemática?Pois é, os brinquedos e brincadeiras  podem sim estimular o desenvolvimento e o raciocínio lógico de seu aluno ou filho.

E esta demanda de saber e entender é rápida demais…agora fica a pergunta, 

VOCÊ SABE COMO DESENVOLVER O RACIOCÍNIO LÓGICO INFANTIL?
 
Clique aqui e saiba que brincar é tudo de bom!
 
Boa leitura 😉
 
 
 
VOCÊ SABE COMO DESENVOLVER O RACIOCÍNIO LÓGICO INFANTIL?
 
As crianças, desde bem pequenas, pensam sobre o mundo que as cerca e procuram compreendê-lo.
 Um trabalho intencional com as áreas de conhecimento, entre elas a matemática, contribui para que as crianças elaborem e sistematizem conhecimentos.
No entanto, é importante considerar que a educação infantil engloba o período de zero a 6 anos, portanto é necessário se ter em conta as características próprias das crianças de cada faixa etária, suas necessidades, prioridades e sua forma de conhecer o mundo.
Na prática, no início, as crianças devem ter uma aproximação global com os conteúdos. Não se trata de trabalho matemático, mas atividades com calendários, com músicas que veiculam séries numéricas. Até com bebês, é possível desenvolver uma consciência espacial que é a gênese do trabalho com matemática
O uso de jogos e curiosidades no ensino da Matemática tem o objetivo de fazer com que os adolescentes gostem de aprender essa disciplina, mudando a rotina da classe e despertando o interesse do aluno envolvido.

Os jogos trabalhados em sala de aula devem ter regras, esses são classificados em três tipos: 

1. Jogos estratégicos, onde são trabalhadas as habilidades que compõem o raciocínio lógico. Com eles, os alunos leem as regras e buscam caminhos para atingirem o objetivo final, utilizando estratégias para isso. O fator sorte não interfere no resultado.

2. Jogos de treinamento, os quais são utilizados quando o professor percebe que alguns alunos precisam de reforço num determinado conteúdo e quer substituir as cansativas listas de exercícios. Neles, quase sempre o fator sorte exerce um papel preponderante e interfere nos resultados finais, o que pode frustrar as ideias anteriormente colocadas.

3. Jogos geométricos, que têm como objetivo desenvolver a habilidade de observação e o pensamento lógico.
Com eles conseguimos trabalhar figuras geométricas, semelhança de figuras, ângulos e polígonos. Os jogos com regras são importantes para o desenvolvimento do pensamento lógico, pois a aplicação sistemática das mesmas encaminha a deduções. São mais adequados para o desenvolvimento de habilidades de pensamento do que para o trabalho com algum conteúdo específico. Em ambos temos regras, instruções, operações, definições, deduções, desenvolvimento, utilização de normas e novos conhecimentos (resultados).

O trabalho com jogos matemáticos em sala de aula nos traz alguns benefícios:

  • Conseguimos detectar os alunos que estão com dificuldades reais
  • O aluno demonstra para seus colegas e professores se o assunto foi bem assimilado
  • Existe uma competição entre os jogadores e os adversários, pois almejam vencer e para isso aperfeiçoam-se e ultrapassam seus limites
  • Durante o desenrolar de um jogo, observamos que o aluno se torna mais crítico, alerta e confiante, expressando o que pensa, elaborando perguntas e tirando conclusões sem necessidade da interferência ou aprovação do professor
  • Não existe o medo de errar, pois o erro é considerado um degrau necessário para se chegar a uma resposta correta
Mas devemos, também, ter alguns cuidados ao escolher os jogos a serem aplicados: 

  • Não tornar o jogo algo obrigatório
  • Escolher jogos em que o fator sorte não interfira nas jogadas, permitindo que vença aquele que descobrir as melhores estratégias
  • Utilizar atividades que envolvam dois ou mais alunos, para oportunizar a interação social
  • Estabelecer regras, que podem ou não ser modificadas no decorrer de uma rodada
  • Trabalhar a frustração pela derrota na criança, no sentido de minimizá-la
  • Estudar o jogo antes de aplicá-lo (o que só é possível, jogando).

 

Continue lendo

PROBLEMAS DE ATENÇÃO E PERCEPÇÃO

DIFICULDADE, TRANSTORNO OU INDISCIPLINA: POR QUE MEU ALUNO NÃO APRENDE? Essa é a frase mais constante que ouvimos! E será […]

Dicas de atividades proprioceptivas no TEA

Se existe algo que precisa ser olhado com muita atenção pelos adultos, esse elemento especial é a propriocepção nas crianças. […]

DESTRO OU CANHOTO? DIREITO OU ESQUERDO? CONHEÇA A IMPORTÂNCIA DA LATERALIDADE PARA A CRIANÇA E VEJA ATIVIDADES PARA DESENVOLVÊ-LA!

Olá pais e professores, Você sabia que a Lateralidade está totalmente ligada a aprendizagem infantil? Isso porque as habilidades psicomotoras […]