Acessibilidade:

PSICO… O QUE? EXPLICANDO A PSICOMOTRICIDADE!

Olá pais e professores, tudo  bem?

 
Com certeza se você acompanha as nossas redes sociais, você já deve ter lido esta palavra PSICOMOTRICIDADE!Mas afinal, o que é?
 
Muito tem se falado em psicomotricidade, mas muitas mães ou professores ainda tem dúvidas sobre este assunto e a importância dele, para ajudar vamos hoje falar um pouco sobre isto.
 
Boa Leitura 😉
 
 
PSICO… O QUE? EXPLICANDO A PSICOMOTRICIDADE!
Entenda a influência da Psicomotricidade na Educação Infantil
Psicomotricidade significa a integração de todas as funções psíquicas e motoras, em virtude da maturidade do sistema nervoso.
 
Ou seja, a psicomotricidade se tornou a ciência que estuda o homem através do seu corpo em movimento e em relação ao mundo exterior e interior.
 
O conceito também está relacionado ao processo de maturação, no qual o corpo é a origem das aquisições cognitivas, afetivas e orgânicas.
 
Dentre tantos conceitos o ponto mais importante deles é que todos eles tem a  mesma concepção, que a criança precisa ter noção de seu corpo e espaço e que isso é fundamental para a educação infantil.
 
A Psicomotricidade é separada em dois tipos:
RelacionalAtravés da ação do brincar como elemento motivador, provoca a manifestação corporal da criança, pois esta ação impulsiona processos de desenvolvimento e de aprendizagem.
Funcional. Através de diagnósticos do perfil psicomotriz de exercícios para sanar possíveis descompassos do desenvolvimento psicomotor.
Nesse tipo de psicomotricidade acontece apenas a repetição de exercícios funcionais e não há interação com a criança, apenas comando.
A IMPORTÂNCIA DA PSICOMOTRICIDADE EM SALA DE AULA
É fundamental que a escola trabalhe a psicomotricidade em prol do aluno, pois é a partir disso que as crianças podem elaborar melhor seus movimentos e tudo que se refere ao que está em volta, em seu espaço.
COMO POSSO TRABALHAR ISSO EM CASA COM MEU FILHO?
Com toda certeza, existem exercícios que podemos trabalhar em casa com nossos pequenos que vão estimular o senso de espaço, movimento e percepção da criança.
Ex: engatinhar, rolar, balançar, dar cambalhotas, se equilibrar em um só pé, andar para os lados, equilibrar e caminhar sobre uma linha no chão e materiais variados (passeios ao ar livre), subir/ descer entre outras.
Na escola é essencial que se estimule isso na criança, mas no ambiente familiar isso pode ser um complemento fundamental.
DICA DE BRINCADEIRA:
Área Motora
Chapéu ao alto
Objetivos: desenvolver agilidade, atenção, prontidão de reação e coordenação motora.
Formação: alunos em circulo.
Material: Chapéu
Desenvolvimento: um participante comandará a brincadeira. Os alunos obedecem a comando deste líder que dará ordens, tais como: bater palmas, rir, chorar, girar, coçar a cabeça etc. em um dado momento ele jogara um chapéu ao alto. Os alunos continuam obedecendo às ordens do líder, enquanto o chapéu não trocar o chão. No instante em que o chapéu cair no chão todos devem parar com os movimentos que estavam executando. Aquele dentre os participantes que continuar com os movimentos sai da brincadeira.
 
SE VOCÊ GOSTOU E SE INTERESSOU PELO TEMA, SAIBA MAIS SOBRE NOSSO CURSO ON LINE DE PSICOMOTRICIDADE!

 

Continue lendo

A FAMÍLIA E O AUTISMO: INCLUSÃO COMEÇA EM CASA!

Bom dia pais e professores, A família é importante para o desenvolvimento de qualquer pessoa não é mesmo? Mas você […]

A importância da especialização para atuar na educação infantil

A especialização é um passo muito importante para o profissional buscar o conhecimento em determinada área de maneira aprofundada. A […]

PSICOMOTRICIDADE RELACIONAL NO TEA

Olá Professores, No conteúdo de hoje falaremos sobre a Psicomotricidade Relacional e Autismo. Primeiramente é importante definirmos o que é […]